Rejuvenescimento Cutâneo

Aumento Mamário

Objectivo: Com os vários tipos de laser poderemos actuar a diferentes profundidades: - epiderme, derme superficial, derme média e derme profunda.

 

Resurfacing com laser de CO2 ou de Erbium/Yag

Tratam-se de técnicas em que o laser vaporiza as camadas superficiais da pele a fim de uniformizar a cor e textura e eliminar rídulas ou mesmo algumas rugas ou cicatrizes existentes (p.e. cicatrizes de acne).
Estas técnicas exigem preparação prévia, bem como anestesia local e/ou sedação realizada por Anestesista, tudo dependendo da profundidade a que for necessário actuar, bem como a extensão do procedimento.
Com o laser de CO2 geralmente atingem-se camadas mais profundas e obtém-se um efeito “lifting” moderado devido a um encolhimento da pele.
É necessário contar com alguns dias de afastamento das actividades habituais, uma ou duas semanas, conforme os casos e mais algumas semanas de eritema da face (vermelhidão) que pode ser disfarçada com recurso a cosméticos.
Em geral trata-se apenas a face, pois fora desta as complicações são frequentes, embora o laser de Erbium/Yag possa ser usado no rejuvenescimento de outras áreas.

 

Sub-resurfacing

Trata-se de uma técnica em que se pretende actuar na derme conservando o revestimento epidérmico. O laser aquece e provoca regeneração do colagéneo da derme média ou profunda, associando-se técnicas de arrefecimento das camadas mais superficiais (epiderme e derme superficial) a fim de se evitar efeito peeling e o paciente poder continuar nas sua actividades do dia a dia.
Normalmente são necessários vários tratamentos para se obterem resultados consistentes e muitas vezes associam-se outras técnicas como sejam Microdermabrasão, “Botox” e Enchimentos.

 

Spetra Peel

Trata-se de uma técnica recente em que se aplica gel de carbono na pele da face antes da exposição a laser de pulso muito pequeno (“Q-Switched”), habitualmente usado para a remoção de pigmentos ou de tatuagens. Esta técnica tem especial interesse no tratamento de rugas superficiais (“rídulas”) e de cicatrizes de acne, dificilmente tratadas com outros métodos, nomeadamente os poros dilatados. A pele apenas fica ligeiramente rosada um ou dois dias sendo possível continuar a trabalhar.

 

Resurfacing Fraccionado

É o último desenvolvimento tecnológico na área do rejuvenescimento realizado por laser.
A técnica consiste em fazer inúmeros micro-orifícios em cada centímetro quadrado de pele, evitando deste modo o efeito peeling e obtendo-se na derme um efeito semelhante ao do resurfacing..A pele fica apenas ligeiramente vermelha e os micro-orifícios cicatrizam rapidamente em apenas um ou dois dias, podendo o paciente regressar de imediato às suas actividades.
Ao fim de poucas sessões o efeito é sobreponível ao do resurfacing clássico, sem os seus inconvenientes e riscos.
Esta técnica tem ainda a vantagem de poder ser usada em áreas da pele em que é desaconselhado o uso de outros lasers como sejam o pescoço e o dorso das mãos.

 

Remoção de manchas pigmentadas

Algumas das técnicas atrás descritas também permitem remover as chamadas "manchas da idade", mas existem lasers chamados Q-switched que são específicos para a remoção de pigmentos, podendo ser usados isoladamente, quando se pretende unicamente fazer desaparecer aquelas manchas.